Polo de Camaçari realiza exercício simulado de emergência por meio virtual - Jornal Camaçari - Pra quem quer mais!

quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Polo de Camaçari realiza exercício simulado de emergência por meio virtual



Um exercício simulado geral para controle de emergência, programado em ambiente virtual, foi realizado na manhã de hoje (dia 12/08/2020) no Polo de Camaçari. Coordenado pelo Cofic – Comitê de Fomento Industrial de Camaçari e Deten Química, o treinamento teve por objetivo avaliar os procedimentos coletivos de segurança e comunicação utilizados em situações de emergência no Polo, especialmente quanto ao acionamento e utilização dos recursos técnicos disponíveis no Plano de Auxílio Mútuo – PAM, e no Plano de Atendimento Médico Emergência – PAME, mantidos pelas empresas que operam no Complexo Industrial.

Esta é a primeira vez, em toda a trajetória do Polo, que um simulado desta natureza acontece em ambiente virtual, o que decorre do cenário atípico da pandemia da Covid-19. Todos os procedimentos, interlocuções e encaminhamentos, no entanto, obedecem, com rigor, aos protocolos que caracterizam um treinamento presencial. Com todos os participantes atuando remotamente de suas mesas de trabalho, o simulado teve início quando um alerta da Deten deu conta de um suposto “incêndio” na sua área industrial.

A partir deste momento, a Deten acionou sua própria Brigada de Combate a Incêndio (através de alarme interno) e, em seguida, o Plano de Contingência do Polo (PCP), através do qual solicitou apoio às demais empresas do Polo, que “enviaram” brigadas adicionais para ajudar no controle da “emergência”. A empresa também acionou o Cofic, recomendando a convocação do Comitê de Crise do Polo. O acionamento do PCP serviu para testar inclusive o sistema de comunicação via rádio entre as empresas e principais procedimentos adotados em situações de emergência, incluindo ainda simulações virtuais de bloqueio de pistas, transporte de trabalhadores e até atendimento a “vítimas”. Não houve, porém, deslocamento de viaturas de combate, ambulâncias ou pessoas internamente nas empresas, nem nas vias do Polo.

Participação das empresas

Participaram do simulado virtual profissionais de cerca de 40 empresas associadas ao Cofic (inclusive os que estão trabalhando em home-office) e mais os parceiros externos, como a Polícia Militar - por meio do 12o Batalhão, 36ª Companhia de Polícia de Dias d'Ávila e Companhia Independente de Policiamento Especializado – CIPE - Polícia Rodoviária, Defesa Civil de Camaçari, Graer, Samu e Concessionária Bahia Norte.

O simulado foi dividido em cinco mesas virtuais: Deten, Comitê de Crise, Pame, Bloqueio de Pista e Transporte de Pessoal. Cada mesa (grupo) realizou tarefas como se estivesse atuando em tempo real, com fotos e filmes de simulados anteriores sendo exibidos em cada etapa para dar mais realidade às ações. Durante todo o simulado, observadores previamente definidos acompanharam o processo com o objetivo de melhorar a atuação dos envolvidos em simulados posteriores.

Em cada etapa, participantes estabelecem contatos virtualmente, de forma a acompanhar o andamento do simulado e ajustar compatibilidades nas ações, “checando as suas reais condições de atender a emergência, com verificação dos recursos disponíveis”, afirma Aurinézio Calheira, superintendente de SSMA do Cofic, ressaltando que “o uso da plataforma virtual para a realização do simulado neste momento resultou na estruturação de uma base de conexões e novos procedimentos entre as empresas associadas ao Cofic, que podem ser usados em futuros treinamentos dessa natureza e até mesmo em situações reais”.

Em consonância com os propósitos atuação integrada e auxílio mútuo do Plano de Contingência do Polo (PCP) treinamentos similares também são realizados individualmente pelas empresas ou por grupos de empresas vizinhas, com o mesmo propósito de avaliar os procedimentos de segurança, sistemas de comunicação e nível de entrosamento das equipes técnicas para controle de emergência no Complexo Industrial.