Salvador é escolhida para sediar reta final da Copa do Nordeste - Jornal Camaçari - Pra quem quer mais!

quarta-feira, 8 de julho de 2020

Salvador é escolhida para sediar reta final da Copa do Nordeste



O martelo está batido: a Copa do Nordeste 2020 vai ser finalizada em solo baiano. O anúncio foi feito na noite desta terça-feira (7), pelo perfil oficial da competição no Twitter. Além da capital baiana, Fortaleza e Recife estavam entre as cidades cotadas para receber a reta decisiva da competição.

Paralisada desde março, a Copa do Nordeste vai ser retomada a partir do dia 21 de julho e a decisão está marcada para acontecer no dia 4 de agosto. No momento, a Bahia está proibida de realizar partidas e outros eventos que causem aglomeração por conta de um decreto estadual. A medida tem validade até o próximo dia 12, e não impedirá a disputa da competição.

A publicação da Copa do Nordeste nas redes sociais não informou quais os estádios vão receber os jogos do torneio, mas a tendência é de que as partidas sejam disputadas em Pituaçu, Barradão, Fonte Nova – onde atualmente está instalado um hospital de campanha - e Joia da Princesa, em Feira de Santana.

Além de Bahia e Vitória, os outros 14 clubes participantes do torneio vão ficar alojados em Salvador enquanto tiverem calendário na competição. A ideia da sede única é a de evitar as viagens entre os estados da região e manter as equipes em ambiente controlado.

Logo após a conclusão da última rodada da primeira fase, oito das 16 equipes estarão eliminadas e vão retornar para suas respectivas cidades. As fases seguintes serão no formato mata-mata. Assim, a quantidade de clubes alojados em solo baiano será reduzida a cada rodada.

O anúncio da escolha de Salvador como sede do Nordestão ocorreu horas depois de o prefeito ACM Neto e o governador Rui Costa anunciarem um plano de reabertura gradual, com três fases, condicionados ao nível de ocupação dos leitos de UTI para covid-19 na cidade. Durante a entrevista conjunta, eles explicaram que o futebol profissional não seguiria as mesmas regras dos outros setores e estava sendo discutido de forma independente. 

Para poder ser disputada na capital baiana, a Copa do Nordeste vai precisar seguir um rígido protocolo de segurança, que inclui a testagem das delegações para a covid-19, orientações de distanciamento e portões fechados para os torcedores. 

Durante live realizada na noite de hoje, o governador Rui Costa chegou a afirmar que não vê problema na realização de partidas com portões fechados. “Países da Europa já voltaram. Ali são 11 jogadores de um lado e do outro que têm assistência e não tem população ali envolvida. Partida de futebol com estádio vazio, não vejo muito problema do ponto de vista da contaminação. Sou contra partida de futebol com público”, comentou Rui Costa.

Ao CORREIO, Alexi Portela, diretor da Liga do Nordeste, explicou que a escolha por Salvador foi tomada após a cidade ser a primeira a autorizar a disputa da competição. Segundo ele, agora a Liga vai definir os próximos passos em conjunto com as autoridades baianas e a CBF. 

“Decidimos por Salvador agora de noite, por ser a primeira cidade que autorizou a realização dos jogos. Ainda não temos definido os estádios pois precisamos das liberações. A partir de amanhã, vamos ter reuniões com as autoridades e a CBF para definir tudo”, explicou ele. Questionado se outras cidades também vão receber partidas, Alexi confirmou o interesse em mandar jogos em Feira de Santana, mas afirmou que tudo vai depender das autoridades locais.

A Copa do Nordeste foi paralisada no 17 de março, em razão da pandemia do novo coronavírus. Faltando apenas uma rodada para o fim da primeira fase, Bahia e Fortaleza, ambos do grupo A, já estão classificados às quartas de final da competição.

Após quase quatro meses sem jogos, os clubes e a Liga do Nordeste decidiram que a saída para finalizar o regional em campo seria a adoção de uma sede única. A proposta foi enviada para a CBF, que acatou o pedido.

Nos próximos dias, a Liga do Nordeste deve detalhar como será a logística das equipes e a tabela com datas, horários e locais das partidas. A ideia da organização é a de que os clubes que ainda não voltaram aos treinos tenham um período para se preparar para a competição.  

Com informações do Correio