Grupo de pessoas se aglomera em lagoa de Camaçari durante 'live' do Harmonia do Samba - Jornal Camaçari - Pra quem quer mais!

segunda-feira, 6 de julho de 2020

Grupo de pessoas se aglomera em lagoa de Camaçari durante 'live' do Harmonia do Samba

Live do Harmonia do Samba tem aglomeração de pessoas em lagoa — Foto: Reprodução / Redes Sociais

Um grupo de pessoas se aglomerou em lagoa da cidade de Camaçari, no domingo (5), para acompanhar de perto a "Live" que a banda Harmonia do Samba realizou em um condomínio.

Nas imagens da "live, "foi possível ver a aglomeração de pessoas, em caiaques e boias, na lagoa localizada ao lado do palco onde Xanddy cantava.

Em nota, a assessoria de comunicação da banda informou que não imaginava que as pessoas teriam esse tipo de comportamento, no momento em que a Bahia chegou a 2.107 mortes em decorrência da Covid-19.

“A piscina da casa onde a Live ocorreu estava vazia como é possível ver nas imagens da Live. Realizamos a Live com equipe reduzida e todas as medidas cabíveis de proteção com a equipe de trabalho e protocolo de não aglomeração foram tomadas pela banda. Escolhemos um local afastado, sem grande movimentação. A Live foi realizada em uma casa que fica em um condômino de Interlagos. E, mesmo a casa dando acesso a um lago que os resistentes do condômino podem circular com kaiaques e etc, não imaginávamos que os moradores iam sair de suas casas, por vontade própria, em plena pandemia. Não temos como nos responsabilizar pelo comportamento das pessoas que não fazem parte da equipe. É questão da consciência de cada um”, diz a nota da banda.

Em postagem feita no perfil oficial da banda nas redes sociais, logo após a live, alguns fãs reclamaram da aglomeração e debateram a situação.

"O local estava cheio de gente curtindo a live dentro d'água e pranchas de Sup. É preciso ter responsabilidade num momento tão crítico", escreveu um seguidor.

"Deveriam ter um pouco de cuidado, de mostrar para o público a importância do distanciamento, tinham muitos moradores no lago, todos muito próximos uns dos outros", respondeu outro.

"A live parece que foi realizada em um condomínio. Essas pessoas que apareceram são moradoras do local, banda nenhuma tem autoridade para expulsar os moradores. A consciência teria que partir da população em não se aglomerar", complementou uma terceira pessoa.