quarta-feira, 25 de março de 2020

Aeroporto de Salvador tem 40 refis de álcool gel furtados por dia


Ele sumiu. Desde que os primeiros casos de coronavírus surgiram, a procura por álcool em gel disparou e o produto sumiu das prateleiras das farmácias, assim como os equipamentos de proteção individual, como máscaras e luvas. Com o esvaziamento nos estoques, tem gente chegando ao cúmulo de furtar o produto higienizador.

No Aeroporto de Salvador, por exemplo, o álcool em gel que fica à disposição dos passageiros virou objeto de furto. De acordo com informações do aeroporto de Salvador são levados, em média, 40 refis de 500 ml  de álcool gel por dia por quem passa por lá. 

Por conta do desaparecimento dos produtos, a administração do local precisou tomar medidas para tentar barrar quem quer levar o álcool em gel para casa. Por conta desses episódios, foi necessário reduzir o número de dispensers disponíveis e concentrá-los em locais de maior vigilância ou no foco das câmeras de videomonitoramento”, disse o aeroporto em nota. 

Com informações do Correio